Técnico em Treinamento e Instrução de Cães-Guias

Técnico em Treinamento e Instrução de Cães-Guias

Última atualização em 16 de novembro de 2022

Sumário

Perfil profissional de conclusão

O Técnico em Treinamento e Instrução de Cães-Guia será habilitado para:

  • Treinar cães-guia para pessoas com deficiência visual ou cega.
  • Desenvolver e aplicar técnicas de adestramento que permitem ao cão tornar-se apto à condução (mobilidade física) de pessoas com deficiência visual ou cegas.
  • Coordenar o processo de introdução do cão em família socializadora.
  • Selecionar matrizes de cães para servir de reprodutoras.
  • Selecionar filhotes para o ingresso em programa de cães-guia.
  • Gerenciar espaços definidos para reprodução e treinamento de cães para a atuação como cães-guia.
  • Formar duplas usuário x cão-guia.

Para a atuação como Técnico em Treinamento e Instrução de Cães-Guia, são fundamentais:

  • Domínio e conhecimento da formação de treinador e de instrutor de cães-guia e suas responsabilidades, bem como da gestão dos centros de treinamento.
  • Conhecimento acerca da legislação em vigor no país no que se refere às pessoas com deficiência e correlata à formação em questão.
  • Domínio sobre o comportamento do cão-guia por meio do conhecimento da fisiologia e comportamento específico dos cães na condução da pessoa com deficiência visual.
  • Saberes relacionados à seleção de cães que serão treinados para a função de guia de pessoas com deficiência visual e para as “famílias socializadoras”, bem como saberes relacionados à condução, com destreza, e à etapa de introdução e acompanhamento dos filhotes nas referidas famílias.
  • Saberes relacionados ao gerenciamento do processo multidisciplinar de recrutamento e seleção de candidatos a usuários de cães-guia.
  • Conhecimentos e saberes relacionados ao processo de formação das duplas entre a pessoa com deficiência visual e o cão-guia e de acompanhamento até a aposentadoria do cão-guia.
  • Competência comunicativa, estabilidade emocional para atuação em situações imprevistas, persistência, autoconfiança, autocontrole, foco e constância para a realização do processo de treinamento e instrução de cães-guia.
  • Habilidade de estímulo para a percepção de circunstâncias exteriores ao treinamento.
  • Competência comunicativa e capacidade para atuação com imprevistos.
  • Empatia, sensibilidade e colaboração no processo de introdução e de acompanhamento dos cães nas comunidades/famílias.

Carga horária mínima

1200 horas. O curso terá duração estimada de 1 ano e meio.

O curso, na modalidade presencial, poderá prever até 20% da sua carga horária total em atividades não presenciais.

O curso poderá ser realizado na modalidade EaD com, no mínimo, 20% de sua carga horária em atividades presenciais, nos termos das normas específicas definidas em cada sistema de ensino.

A instituição, ofertante do curso, poderá desenvolver a carga horária em regime de alternância, com períodos de estudos na escola e outros períodos no campo de atuação/local de trabalho.

Além da carga horária mínima prevista, o curso poderá ter estágio curricular supervisionado obrigatório, a critério da instituição ofertante.

Caso o curso seja ofertado na modalidade EaD, a carga horária de estágio deverá ser cumprida de forma presencial.

Pré-requisitos para ingresso

Para ingresso no curso técnico subsequente, o estudante deverá ter concluído o ensino médio.

Para ingresso no curso técnico concomitante, o estudante deverá estar cursando o ensino médio.

Para ingresso no curso técnico integrado ao ensino médio, o estudante deverá ter concluído o ensino fundamental.

Para ingresso no curso técnico integrado à educação de jovens e adultos, o estudante deverá ter concluído o ensino fundamental.

Legislação profissional

Profissão não regulamentada.

Itinerários formativos

Possibilidades de qualificação profissional com certificações intermediárias, no curso técnico, considerando ocupações previstas na CBO:

  • Adestrador de Cães
  • Instrutor de Cães
  • Condicionador de Cães
  • Tratador de Cães

Possibilidades de formação continuada em cursos de especialização técnica (pós-técnico):

  • Especialização Técnica em Orientação e Mobilidade

Possibilidades de verticalização para cursos de graduação (Curso Superior de Tecnologia, Bacharelado e Licenciatura):

  • Curso Superior de Tecnologia em Comunicação Assistiva
  • Bacharelado em Medicina Veterinária

Campo de atuação

Locais e ambientes de trabalho:

  • Instituições civis ou governamentais que trabalham na preparação de cães-guia e/ou formação de profissionais
  • Centros de treinamento de cães-guia
  • Instituições educacionais de formação de treinador e de instrutor de cães-guia

Ocupações CBO associadas

6230-05 – Adestrador de Animais

Infraestrutura mínima

Biblioteca com acervo físico ou virtual específico e atualizado

Canil de reprodução e manejo dos cães

Laboratório didático para criação de cães

Área de treinamento e lazer para cães

Clínica médica e cirúrgica veterinária

Laboratório de informática com programas específicos para o curso

Veículos exclusivos e adaptados para transporte dos cães em treinamento

Nomenclaturas anteriores

Treinamento de Cães-Guia

Instituições ofertantes

Em breve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.