Trabalho científico: Conheça os principais tipos e suas características

Trabalho científico

Última atualização em 29 de dezembro de 2021

Quando ingressamos no ensino superior, seja em um curso de graduação ou pós-graduação, torna-se comum o contato frequente com trabalhos científicos.

Com certeza você já precisou elaborar o resumo de um texto, fazer um fichamento, escrever ou ler um artigo científico etc.

Isso significa que as pesquisas científicas são parte integrante do cotidiano de todos os acadêmicos.

Desse modo, é necessário que você conheça os tipos de trabalhos existentes e saiba distingui-los tendo como base as suas principais características.

É exatamente sobre isso que trataremos nesse artigo. Portanto, preste bastante atenção e vamos iniciar!

O que é trabalho científico

Trabalho científico

Os trabalhos científicos são aqueles produzidos no contexto acadêmico. Eles possuem a finalidade de propagar conhecimento científico, contribuindo para a ciência, mercado de trabalho e para a sociedade em geral.

Vale destacar que esses estudos apresentam informações relevantes e atuais sobre um assunto ou problema específico.

Além disso, lembre-se que você sempre deve padronizá-los conforme as normas da ABNT.

Tipos de trabalhos científicos

Tipos de trabalhos científicos

Agora que você já sabe o conceito de trabalho científico, é o momento de conhecer os principais tipos. São eles:

  • 1 – Resenha
  • 2 – Resumo
  • 3 – Fichamento
  • 4 – Artigo científico
  • 5 – Projeto de pesquisa
  • 6 – Pôster científico
  • 7 – Memorial
  • 8 – Relatório
  • 9 – Trabalho de Conclusão de Curso
  • 10 – Monografia
  • 11 – Dissertação de mestrado
  • 12 – Tese de Doutorado

A seguir você acompanhará uma breve explicação sobre cada um deles.

1. Resenha

A resenha tem a finalidade de apresentar e interpretar os pontos mais relevantes de uma obra, que pode ser um artigo, um livro, um filme, entre outros.

Assim, é possível fazer uma análise crítica a respeito do documento e relacioná-lo com outras fontes que tratam do mesmo assunto.

Para isso, é necessário examinar a obra de forma aprofundada com o intuito de compreendê-la melhor.

Também é importante expor as ideias de maneira clara e objetiva para facilitar o entendimento do leitor.

De modo geral, você deve estruturar uma resenha da seguinte forma:

  • Faça a identificação da obra
  • Discorra sobre o autor
  • Apresente as principais informações sobre o documento
  • Exponha a sua análise sobre a obra

2. Resumo

No resumo você deve expor os principais tópicos discutidos no seu trabalho de forma breve.

Cabe ressaltar que através dele você proporciona ao leitor uma visão geral em relação ao assunto abordado na pesquisa.

Para tanto, apresente o tema, problema de pesquisa, objetivo, a metodologia empregada, os resultados e conclusões.

3. Fichamento

O fichamento é um técnica simples e objetiva, onde você pode organizar em fichas as informações mais interessantes retiradas de um artigo científico, livro, tese etc.

Assim, você poderá fazer consultas futuras ao material de forma mais simples e rápida.

É um método muito útil para elaboração de Trabalho de Conclusão de Curso, monografia, teses e dissertações.

Referente aos tipos, podemos citar:

Fichamento bibliográfico: Apresenta os principais conceitos do material estudado. Além disso, você também pode adicionar comentários sobre o conteúdo.

Fichamento de conteúdo: Reúne os pontos mais relevantes do texto.

Fichamento de citação: Engloba os trechos extraídos da obra lida. Isto é, o leitor deve selecionar as principais citações e transcrevê-las de modo literal.

4. Artigo científico

estrutura Artigo científico
estrutura Artigo científico

O artigo científico busca apresentar uma ideia inédita ou uma nova abordagem para um tema que já foi discutido pela comunidade acadêmica.

Desse modo, é possível acompanhar o que está sendo produzido de mais recente sobre um determinado assunto. Vale destacar que o artigo pode ser:

Original: Quando expõe informações primárias que ainda não foram publicadas em outros lugares.

De revisão: De forma geral, são trabalhos de revisão de literatura que fazem um síntese de tudo que já foi publicado sobre uma temática.

No que se refere a sua estrutura, ela é composta por:

  • Elementos pré-textuais: Título do trabalho, nome do autor, resumo e abstract.
  • Elementos textuais: Introdução, desenvolvimento e conclusão.
  • Elementos pós-textuais: Referências

5. Projeto de pesquisa

O projeto de pesquisa refere-se ao planejamento do trabalho que será realizado no futuro.

Por meio dele, você tem a oportunidade de expressar as suas principais intenções com o desenvolvimento do estudo.

Nesse sentido, é importante que você inclua os seguintes elementos:

  • Tema
  • Introdução
  • Problema de pesquisa
  • Objetivo geral e objetivos específicos
  • Justificativa
  • Metodologia
  • Cronograma de desenvolvimento
  • Referências

6. Pôster científico

O pôster científico ou banner tem como objetivo expor os resultados de uma pesquisa de forma suscinta.

Além do texto, também é composto por recursos visuais, como: Tabelas, figuras, gráficos e quadros.

Esses elementos facilitam a compreensão do leitor e deixam a apresentação mais dinâmica.

De forma geral, esse tipo de trabalho é apresentado em congressos, seminários, simpósios e semanas acadêmicas realizadas na faculdade.

Além do mais, o pôster pode substituir os slides feitos em Power point para a apresentação de Trabalhos de Conclusão de Curso.

7. Memorial

O memorial funciona como uma autobiografia do autor. Assim, é possível destacar as informações mais relevantes da carreira do acadêmico.

Nesse contexto, é importante citar a formação, principais publicações, participação em eventos científicos da área e outras experiências acadêmicas.

8. Relatório

O relatório visa mostrar os resultados de uma atividade realizada, seja um estágio, uma experiência prática em laboratório ou sala de aula.

Destaca-se que você deve apresentar as informações seguindo os critérios de clareza e objetividade.

No relatório você deve inserir o título do trabalho, introdução, desenvolvimento, conclusão e referências.

Talvez tem interesse: Referências bibliograficas – como fazer formatação, exemplos (livros, e-books, blogs, internet)

9. Trabalho de Conclusão de curso

Trata-se de um trabalho obrigatório que deve ser elaborado ao final do curso de graduação.

De acordo com a nova resolução do Ministério da educação- CNE/CES nº 01 de 06/04/2018, na pós-graduação latu sensu o desenvolvimento do TCC é facultativo. Portanto, cabe ao aluno decidir se irá realizá-lo ou não.

Por meio dele, é possível discutir sobre um tema específico, apresentando as informações mais relevantes e atuais sobre o assunto.

Além disso, é necessário apresentá-lo a uma banca examinadora. Caso você seja aprovado, poderá receber seu diploma.

10. Monografia

A monografia é um tipo de TCC exigido ao final do curso de graduação ou pós-graduação.

Geralmente, possui no mínimo 30 páginas, pois tem a finalidade de estudar um determinado assunto de maneira profunda.

Após a finalização do trabalho, é necessário defendê-lo perante a banca. Se for aprovado, você estará apto a receber seu diploma.

11. Dissertação de mestrado

A dissertação é uma pesquisa de caráter obrigatório exigida nos cursos de mestrado.

Sendo assim, o autor deverá apresentar um estudo completo e profundo sobre um tema específico.

Se obtiver aprovação após a defesa do trabalho, ele receberá o título de mestre.

12. Tese de doutorado

A tese é um trabalho científico obrigatório nos cursos de doutorado para a obtenção do título de doutor.

Por meio dela, o aluno precisa apresentar uma ideia nova que contribua de maneira significativa para o avanço da ciência.

A pesquisa precisa ser original, com argumentos bem fundamentados. Desse modo, é necessário apresentar provas sobre tudo que for exposto ao longo do trabalho.

Dicas para elaborar seu trabalho científico

Dicas para elaborar seu trabalho científico

Quem está cursando uma graduação ou pós-graduação sabe que elaborar um trabalho científico é uma tarefa que exige dedicação e esforço.

Nesse sentido, apresentaremos 5 dicas para que você possa produzir a sua pesquisa acadêmica de forma mais simples e com qualidade.

1. Faça um bom planejamento

Antes de começar a elaborar o seu trabalho, é essencial que você faça um planejamento bem estruturado.

Sendo assim, crie um cronograma com as atividades que você precisará cumprir e defina prazos reais para concluí-las.

Além disso, é importante que você esteja informado (a) sobre as principais exigências da sua faculdade. Para isso, leia o material de apoio fornecido por ela.

Outra questão fundamental dentro do planejamento, é fazer um esboço com os tópicos que você discutirá na sua pesquisa.

Dessa forma, você consegue apresentar ao leitor as informações mais importantes sobre o assunto de forma clara e objetiva.

2. Escolha um assunto que você goste

Para produzir uma pesquisa científica excelente, é fundamental que você escolha um tema do seu interesse e que esteja relacionado a sua área de estudo.

Também, é primordial que você tenha experiência no assunto, seja através de leitura, participação em eventos acadêmicos ou prática profissional.

3. Use fontes de pesquisa confiáveis

Vale lembrar que durante o desenvolvimento do seu trabalho científico você precisará fortalecer os seus argumentos por meio das ideias de outros autores.

Logo, é essencial que você utilize fontes confiáveis, tais como: Livros, artigos científicos, dissertações e teses.

Além disso, sempre priorize os materiais publicados nos últimos 5 anos, pois eles apresentam as informações mais recentes sobre o tema.

Cabe destacar que você pode encontrar essas obras facilmente, através de buscas no google acadêmico, portal CAPES, Scielo, entre outros.

4. Atente-se às normas da ABNT

Todo trabalho científico precisa estar em conformidade com as regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Portanto, é importante que você saiba como elaborar os elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais da forma certa.

Além do mais, esteja consciente sobre as normas de formação de margens, tipo e tamanho de fonte, espaçamento, paginação etc.

5. Conheça as regras de escrita científica

Um boa pesquisa científica precisa ser redigida em linguagem formal, sem o uso de gírias ou termos informais.

Além disso, escreva de forma impessoal na 3ª pessoa. Ex.: Destaca-se, enfatiza-se, conclui-se, etc.

É importante que você utilize sinônimos para evitar a repetição excessiva das mesmas palavras ao longo do trabalho.

Ademais, sempre expresse as ideias de maneira clara e objetiva para que o leitor possa compreendê-las com facilidade.

Conclusão

Como você pôde perceber, existem vários tipos de trabalhos científicos com finalidades diferentes.

Entretanto, todos buscam trazer contribuições significativas para a ciência, comunidade profissional e sociedade em geral.

Além do mais, para elaborá-los de maneira assertiva, você precisa seguir as normas da ABNT e algumas regras de escrita científica.

Até a próxima!

Sobre ABNT 121 Artigos
Autor do site NormasABNT.org trazemos informações e tutoriais úteis para estudantes, professores e profissionais. Fonte confiável e tudo sobre ABNT e educação do brasil.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*