Técnico em Imobilizações Ortopédicas

Técnico em Imobilizações Ortopédicas

Perfil profissional de conclusão

O Técnico em Imobilizações Ortopédicas será habilitado para:

  • Confeccionar, aplicar e retirar, sob a supervisão de profissionais de nível superior, aparelhos gessados como por exemplo: talas gessadas (goteira, calhas) e enfeixamento com uso de material convencional e sintético.
  • Preparar e executar trações cutâneas, auxiliando o médico ortopedista na instalação de trações esqueléticas e nas manobras de redução manual de fratura e luxações.
  • Preparar sala, fora do centro cirúrgico, para procedimento simples, tais como: pequenas suturas de redução manual, punções e infiltrações.
  • Reconhecer as prescrições e aplicar a técnica de confecção e modelagem das diversas imobilizações ortopédicas.
  • Reconhecer estruturas anatômicas de relevância para a área.
  • Analisar e avaliar as condições e tipos de fraturas, luxações para melhor escolha da imobilização.

Para a atuação como Técnico em Imobilizações Ortopédicas, são fundamentais:

  • Conhecimento das políticas públicas de saúde e compreensão de sua atuação profissional frente às diretrizes, princípios e estrutura organizacional do Sistema Único de Saúde (SUS).
  • Conhecimento da técnica de retirada das imobilizações ortopédicas.
  • Conhecimento do material utilizado para realizar as imobilizações e seus efeitos e reações, e utilizar o material certificando-se da segurança.
  • Conhecimento do processo de reabilitação de lesões ortopédicas dos pacientes.
  • Conhecimentos e saberes relacionados aos princípios das técnicas aplicadas na área, sempre pautados numa postura humana e na ética do cuidado.
  • Organização e responsabilidade.
  • Iniciativa social.
  • Determinação e criatividade, buscando promover a humanização da assistência.
  • Resolução de situações-problemas, gestão de conflitos, trabalho em equipe de forma colaborativa, comunicação e ética profissional.
  • Atualização e aperfeiçoamento profissional por meio da Educação Continuada.

Carga horária mínima

1200 horas. O curso terá duração estimada de 1 ano e meio.

O curso, na modalidade presencial, poderá prever até 20% da sua carga horária total em atividades não presenciais.

O curso poderá ser realizado na modalidade EaD com, no mínimo, 50% da carga horária em atividades presenciais, nos termos das normas específicas definidas em cada sistema de ensino.

A instituição, ofertante do curso, poderá desenvolver a carga horária em regime de alternância, com períodos de estudos na escola e outros períodos no campo/local de trabalho.

Além da carga horária mínima prevista, o curso poderá ter estágio curricular supervisionado obrigatório, a critério da instituição ofertante.

Caso o curso seja ofertado na modalidade EaD, a carga horária de estágio deverá ser cumprida de forma presencial.

Pré-requisitos para ingresso

Para ingresso no Curso Técnico Subsequente, o estudante deverá ter concluído o Ensino Médio.

Para ingresso no Curso Técnico Concomitante, o estudante deverá estar cursando o Ensino Médio.

Para ingresso no Curso Técnico Integrado ao Ensino Médio, o estudante deverá ter concluído o Ensino Fundamental.

Para ingresso no Curso Técnico Integrado à Educação de Jovens e Adultos, o estudante deverá ter concluído o Ensino Fundamental.

Legislação profissional

Profissão não regulamentada.

Itinerários formativos

Possibilidades de qualificação profissional com certificações intermediárias, no curso técnico, considerando ocupações previstas na CBO.

  • Não identificadas

Possibilidades de formação continuada em cursos de especialização técnica (pós-técnico):

  • Especialização Técnica em Adaptação em Meios Auxiliares de Locomoção
  • Especialização Técnica em Gestão em Organização de Logística de Salas de Ortopedia
  • Especialização Técnica em Manejo de Órteses para Imobilizações Ortopédicas de Membros Superiores e Inferiores e Coluna
  • Especialização Técnica em Traumatologia

Possibilidades de verticalização para cursos de graduação (Curso Superior de Tecnologia, bacharelado e licenciatura):

  • Curso Superior de Tecnologia em Sistemas Biomédicos
  • Bacharelado em Fisioterapia
  • Bacharelado em Terapia Ocupacional
  • Bacharelado em Medicina

Campo de atuação

Locais e ambientes de trabalho:

  • Centros de Reabilitação Física de Pacientes
  • Clínicas
  • Hospitais
  • Unidades Básicas de Saúde.
  • Pronto socorro

Ocupações CBO associadas

3226-05 – Técnico de Imobilização Ortopédica

3226-05 – Técnico em Aparelho Gessado

3226-05 – Técnico em Gesso Hospitalar

3226-05 – Técnico em Gesso Ortopédico

3226-05 – Técnico em Imobilizações do Aparelho Locomotor

3226-05 – Técnico em Imobilizações Gessadas

3226-05 – Técnico Engessador

3226-05 – Técnico Gessista

Infraestrutura mínima

Biblioteca com acervo físico ou virtual específico e atualizado

Laboratório de informática com acesso à internet

Laboratório de anatomia e fisiologia

Nomenclaturas anteriores

Gesso hospitalar

Imobilização ortopédica

Imobilização

Instituições ofertantes

Em breve.


Talvez você esteja interessado:
Novas regras e mudanças para identificação dos participantes do ENEM e Encceja
Novas regras e mudanças para identificação dos participantes do ENEM e Encceja

De acordo com INEP, terão novas regras e mudanças para os participantes do Enem e Encceja se identif…

isenção da taxa do ENEM 2024
Período para isenção da taxa do ENEM 2024 começa em 15 de abril

Atenção estudantes. Se você quiser participar do ENEM 2024 sem pagar a taxa de inscrição, você vai p…

Tipo da modalidade de concorrência sisu
Tipo da modalidade de concorrência pelo SISU

Para você entender melhor as tabelas com notas de corte SISU em nossa category de notas de corte, fa…

Programa Pé-de-Meia
Programa Pé-de-Meia – caixa tem, calendário, valor

O programa Pé-de-Meia é uma iniciativa do governo federal de incentivo financeiro-educacional. Ele é…

Síntese proteica
Síntese proteica – transcrição e tradução do DNA

Este texto seguinte é sobre o tema: Síntese proteica, é bastante importante para a prova do ENEM, e …

CIEE Rio
CIEE Rio – inscrições para programa Jovem aprendiz e Estágios

O mutirão organizado pelo CIEE Rio, trazendo consigo um total de cinco mil oportunidades de estágio …

Uma resposta para “Técnico em Imobilizações Ortopédicas”

  1. Avatar de sergio luiz roman
    sergio luiz roman

    bom dia sou técnico de imobilização ortopédica , gostaria de saber quem pode ser meu responsável técnico?
    enfermeiro graduado sem especialidade de traumato ortopedia pode ser meu responsável técnico?

    aguardo resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *