Técnico em Alimentação Escolar

Técnico em Alimentação Escolar

Última atualização em 15 de novembro de 2022

Sumário

Perfil profissional de conclusão

O Técnico em Alimentação Escolar será habilitado para:

  • Organizar e executar fluxos de aquisição e armazenamento de alimentos e insumos.
  • Organizar, controlar e executar os processos de higienização de alimentos.
  • Preparar, selecionar e conservar alimentos, conforme cardápio escolar e orientações nutricionais.
  • Calcular o quantitativo de alimentos para merenda escolar, considerando as porções diárias e a aquisição mensal junto à gestão da escola.
  • Preparar variedades de receitas, considerando as características regionais associadas ao cardápio escolar.
  • Organizar e controlar a cozinha escolar para o preparo e o fornecimento da alimentação.
  • Utilizar técnicas de higiene e segurança do trabalho desde a aquisição dos alimentos ao descarte de resíduos.
  • Realizar o papel de educador alimentar sob supervisão de nutricionista.

Para atuação como Técnico em Alimentação Escolar, são fundamentais:

  • Conhecimentos e saberes relacionados à prática da alimentação escolar, a valores nutricionais dos alimentos, a variações culinárias, a especificidades regionais alimentícias e a porções alimentares.
  • Princípios e práticas da organização da cozinha escolar, da conservação, do armazenamento e de manejo de alimentos, de descarte de resíduos, de técnicas de segurança e higiene do trabalho.
  • Responsabilidade com a formação de hábitos saudáveis de alimentação e com o cumprimento das legislações vigentes.
  • Capacidade de se comunicar assertivamente, de colaborar e mediar conflitos, de solucionar possíveis problemas durante o processo de preparo e fornecimento da merenda escolar.
  • Habilidade para lidar com imprevistos, demonstrando estabilidade emocional e foco para solução de problemas dentro dos processos que envolvem a alimentação escolar nas instituições de ensino.

Carga horária mínima

1200 horas. O curso terá duração estimada de 1 ano e meio.

O curso, na modalidade presencial, poderá prever até 20% da sua carga horária total em atividades não presenciais.

O curso poderá ser realizado na modalidade EaD com, no mínimo, 20% de sua carga horária em atividades presenciais, nos termos das normas específicas definidas em cada sistema de ensino.

A instituição, ofertante do curso, poderá desenvolver a carga horária em regime de alternância, com períodos de estudos na escola e outros períodos no campo de atuação/local de trabalho.

Além da carga horária mínima prevista, o curso poderá ter estágio curricular supervisionado obrigatório, a critério da instituição ofertante.

Caso o curso seja ofertado na modalidade EaD, a carga horária de estágio deverá ser cumprida de forma presencial.

Pré-requisitos para ingresso

Para ingresso no curso técnico subsequente, o estudante deverá ter concluído o ensino médio.

Para ingresso no curso técnico concomitante, o estudante deverá estar cursando o ensino médio.

Para ingresso no curso técnico integrado ao ensino médio, o estudante deverá ter concluído o ensino fundamental.

Para ingresso no curso técnico integrado à educação de jovens e adultos, o estudante deverá ter concluído o ensino fundamental.

Legislação profissional

Profissão não regulamentada.

Itinerários formativos

Possibilidades de qualificação profissional com certificações intermediárias, no curso técnico, considerando ocupações previstas na CBO:

  • Agente de Alimentação Escolar

Possibilidades de formação continuada em cursos de especialização técnica (pós-técnico):

  • Especialização Técnica em Aproveitamento de Alimentos
  • Especialização Técnica em Higiene e Vigilância Sanitária de Alimentos
  • Especialização Técnica em Segurança Alimentar
  • Especialização Técnica em Tecnologia de Alimentos

Possibilidades de verticalização para cursos de graduação (Curso Superior de Tecnologia, Bacharelado e Licenciatura):

  • Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia
  • Curso Superior de Tecnologia em Alimentos
  • Curso Superior de Tecnologia em Processos Escolares
  • Bacharelado em Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • Bacharelado em Engenharia de Alimentos
  • Bacharelado em Gastronomia
  • Bacharelado em Nutrição

Campo de atuação

Locais e ambientes de trabalho:

  • Escolas públicas e privadas
  • Centros de formação profissional
  • Centros de capacitação de pessoal
  • Órgãos de sistemas e redes de ensino
  • Creches
  • Instituições que operam na confecção, na organização e na distribuição da alimentação escolar
  • Lanchonetes e cantinas escolares

Ocupações CBO associadas

8414-08 – Cozinhador

Infraestrutura mínima

Laboratório de tecnologia de alimentos

Refeitório escolar didático

Biblioteca com acervo físico ou virtual específico e atualizado

Laboratório de informática com programas específicos para o curso

Instituições ofertantes

Em breve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.