notas de corte sisu

O coiote e o texugo

Última atualização em 19 de agosto de 2022

Um clipe muito interessante explodiu a internet! Se você ainda não viu este vídeo do Coiote e do Texugo do seu feed, é algo que você precisa assistir.

Neste novo vídeo, um coiote é visto interagindo ativamente com o que parece ser seu novo amigo texugo. Embora possa parecer que esse relacionamento entre espécies é improvável, ele está realmente bem documentado na literatura científica.

Este vídeo mostra dois tópicos de biologia muito importantes: Mutualismo e corredores de vida selvagem

Mutualismo

O mutualismo é um termo para uma relação entre indivíduos de diferentes espécies, na qual ambos os organismos se beneficiam. Embora o relacionamento entre texugos e coiotes tenha sido estudado há algum tempo, este novo vídeo foi uma das primeiras imagens reais dessa interação.

Neste vídeo, podemos ver vários comportamentos que indicam mutualismo. Primeiro, o coiote faz um comportamento típico de cães conhecido como “arco de brincar”. Com cerca de 2 segundos do vídeo, o coiote salta do bueiro no texugo. O coiote abaixa sua metade dianteira no chão, abau a cauda e coloca a bunda no ar. Você pode ter visto seu cachorro fazer isso em algum momento. Esse comportamento significa essencialmente: “Vamos jogar!”

O segundo comportamento que sugere que esses dois animais estão em um relacionamento mutualista é que o texugo não tenta atacar ou perseguir o coiote. Os texugos são uma espécie notoriamente agressiva e são conhecidos por atacar humanos e cães. O fato de o texugo não tentar atacar o coiote é mais uma evidência que o par está trabalhando juntos.

Enquanto o vídeo simplesmente mostra as duas criaturas trotando na escuridão, cientistas e nativos americanos fizeram muitas observações desses animais caçando juntos. Foi sugerido que, enquanto os esquilos de caça, trabalhar juntos oferecem a ambos os animais uma vantagem. O texugo pode encontrar e desenterrar o esquilo moído tocas com eficiência. O coiote é um corredor muito mais rápido, mas não um ótimo escavador. O coiote pode perseguir quaisquer esquilos que fugam da toca. Isso assusta alguns esquilos de volta à toca, onde o texugo está esperando. Dessa forma, tanto o texugo quanto o coiote se beneficiam quando caçam juntos.

Mas, este vídeo também é uma ótima prova de conceito para uma técnica de conservação de importação: corredores da vida selvagem.

Corredores da vida selvagem

Este bueiro faz parte de uma série de bueiros que correm sob rodovias movimentadas. No total, as rodovias matam milhões de animais todos os anos enquanto tentam atravessar. Os animais estavam aqui muito antes das rodovias, e suas áreas de caça são frequentemente quebradas por estradas, cercas e outros desenvolvimentos humanos.

Em um esforço para combater isso, os cientistas têm estudado maneiras de permitir uma passagem segura para os animais através dessas estruturas humanas. Essas estruturas e desenhos são chamados coletivamente de “corredores de vida selvagem”. Esse bueiro estava sendo estudado como uma passagem segura para os animais embaixo de uma estrada da Califórnia. Claramente, está funcionando.

Além disso, esta é a primeira evidência registrada de um texugo e um coiote viajando ativamente juntos através de um corredor da vida selvagem. Os corredores da vida selvagem como esses são uma inovação incrível que ajudará os seres humanos e a vida selvagem a viver em harmonia, com apenas um menor custo extra durante a construção e quase nenhuma manutenção.

Os corredores da vida selvagem como esses são usados por ecologistas e engenheiros ambientais para mitigar o impacto do desenvolvimento humano na vida selvagem. São esses tipos de avanços que ajudarão os seres humanos a equilibrar nossas interações com a natureza e preservar a vida selvagem por muitas gerações futuras!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.